This Blog

Syndication

Search

Tags

News

Community

Email Notifications

Archives

Grupos de Usuários

Blogs MVPs Brasil

Sites

Certificações

Amigos,

desta vez quero filosofar um pouco. Esta semana fiz a prova 70-624 e fui aprovado, mas aí pela trilhonésima vez ouvi um pessoal discutindo sobre o que era melhor: Certificação ou Curso Superior. Então a discussão evoluia para qual certificação: Microsoft, CISCO, Furukawa, ITIL, Brainbench...

Então vem aquele pessoal falar: Brainbench não presta! Eu teria até vergonha de dizer que fiz provas deles!

Já ouviram isto? Eu ouvi várias vezes. O que penso quando alguém fala isto? Babaca! (hehehe, muita gente vai ficar braba com isto, mas é verdade.)

Vamos aos fatos O que é mais fácil de se obter:

  1. certificação Brainbench com o mínimo necessário para aprovação (pois o mínimo é baixo demais);
  2. certificação da VUE ou Prometric (por causa dos braindumps. Apesar de não concordar com o uso deles, não posso fazer de conta que não existam);
  3. certificação Bainbench com nota acima de 4 (isto pode ser conferido no site deles);
  4. título de curso superior.

Vocês já notaram como existe muito mais gente certificada do que com curso superior? Por que será? Creio que seja em função da listinha que postei acima.

O meu caminho foi o seguinte:

  1. curso técnico;
  2. faculdade;
  3. duas especializações;
  4. mestrado;
  5. certificações Brainbench (sim, não me envergonho nem um pouco delas);
  6. participação ativa em grupos de usuários;
  7. forte atividade em forums;
  8. MVP;
  9. certificações Microsoft.

É o melhor caminho? Não sei, mas para a minha pessoa funcionou.

Então pessoal, a minha opinião é que certificação é MUITO importante, mas só é um diferencial forte mesmo, depois da graduação.

O que vocês acham disto? Concordam ou discordam? Deixem seus comentários, mesmo que sejam totalmente contrários. Assim podemos enriquecer a discussão.

Published Fri, Jun 29 2007 10:23 by paleo
Filed under:

Comments

# re: Certificações@ Monday, July 02, 2007 11:43 AM

Bom, vou deixar minha participação:

eu prefiro ficar em cima do muro. Comecei a trabalhar direto, tirei 3 certificações, parei tudo (tudo mesmo) e mudei de cidade pra estudar Ciência da Computação na USP de São Carlos. E não me arrependo nem um instante. Hoje eu ganho menos da metade que eu ganhava, um décimo do que eu ganharia se tivesse optado por continuar trabalhando. Por outro lado, quando eu sair daqui, vou poder trabalhar com a área que eu quiser.

Hoje eu tenho uma mente muito mais aberta para os acontecimentos do mundo em geral... e isso se reflete, é claro, na área que eu trabalho, a computação. Tenho certeza que posso aprender qualquer tecnologia que vier, qualquer linguagem de programação e qualquer ferramenta que precisar... a base pra isso tudo, o conhecimento teórico sobre como funciona desde um flip-flop até um framework completo em linguagens de alto-nível, eu adquiri na faculdade.

Por outro lado, você é um grande exemplo que as certificações são sim importantes. E não é o único, eu que sou ponto fora da curva que optei pela graduação. Conheço um monte de profissionais geniais que começaram somente com certificações. Isso não tira o mérito de nenhum deles, muito pelo contrário.

Onde então eu quero chegar? No final das contas, tanto faz. Depende de você, e não das certificações ou do curso. Tem gente que passa nas provas colando (com braindumps), assim como também tem gente que, por melhor que seja a faculdade, passa como se tivesse apenas assistido um monte de palestras em outro idioma incompreensível.

O segredo, pra mim, é nunca deixar de estudar. Nunca, mesmo. A USP é a melhor do país, mas daqui também saem maus profissionais... e que mesmo assim se dão bem na vida, dada a quantidade absurda de conhecimento que se aprende, dentro e fora da sua carreira. Eu optei pela faculdade porque pra mim era um sonho... e, das duas opções, pra mim é a que mais agrega conhecimento e valor ao profissional.

Se você pensa hoje só em certificações, pense também num BOM curso superior. E cuidado que, fazer universidade por fazer, só pra ter o diploma, é jogar dinheiro e tempo fora. Certificações provam apenas que você é bom em um produto, em uma tecnologia, no máximo em uma área. A graduação *permite* que você seja bom um dia em qualquer área, qualquer tecnologia e qualquer produto.

Se você está feliz por estar estudando na faculdade, seja ela pública ou não, pense também nas certificações. Elas vão abrir portas pra que você mostre o conteúdo e o conhecimento que você tem. Nas públicas em geral, lembre sempre no compromisso que você tem agora com o Estado, que permitiu que você estudasse nas melhores universidades gratuitamente, com o único objetivo de fazer o país crescer depois com a sua capacidade. Eu tenho esse compromisso.

Bom, é isso... eu poderia falar ainda mais uma dezena de coisas sobre o assunto. Vivi pouco, mas já passei pelos dois lados em questão... estou terminando meu curso e tenho 3 certificações. Ambos me ajudaram bastante. O segredo pra mim é apenas estudar...

Vinicius Canto

MVP Scripting pelo segundo ano consecutivo

# re: Certificações@ Monday, July 02, 2007 12:13 PM

Grande Vinícius,

é isso. Eu optei pela graduação antes, tu optastes pela certificação antes, mas ambos buscamos graduação e certificações.

É nisto que acredito. Precisamos unir as duas, pois com apenas uma delas fica faltando algo.

by paleo

# re: Certificações@ Monday, July 02, 2007 5:30 PM

Verdade... sempre que alguém pergunta isso na MCPdx eu respondo a mesma coisa...

Acho que dessa vez eu exagerei um pouco... acho que eu quase bati teu post em quantidade de palavras...

Abraço,

Vinicius